A fabricante de carros francesa Renault assinou como patrocinadora premium do Torneio de Roland Garros por um período de 5 anos (de 2022 a 2026), substituindo a rival compatriota Peugeot na categoria de patrocinadora carros do torneio mundial de tênis sediado em Paris, capital da França. De acordo com a mídia francesa, o negócio foi fechado por um valor entre € 5 milhões e € 7 milhões por ano.  

A Peugeot era patrocinadora de Roland Garros desde 1984, mas a empresa vem reduzindo a sua presença no esporte e optou por não continuar com a parceria para esta temporada. A montadora também rompeu o seu relacionamento de longo prazo com o número um do tênis masculino, Novak Djokovic, em março deste ano. 

Como parte do novo acordo, a Renault terá o direito de posicionar seu logotipo em forma de diamante à esquerda e à direita da rede nas cinco principais quadras de Roland Garros, substituindo o logotipo do torneio. Além disso, ao longo da competição, a nova patrocinadora premium também terá um estande de 150m² no estádio de Roland Garros, para apresentar a sua linha de carros híbridos e elétricos, destacando o objetivo da Renault de se tornar uma marca totalmente elétrica na Europa até 2030. O acordo ainda prevê o fornecimento de uma frota de 160 veículos da empresa aos organizadores do torneio. 

O presidente da Federação Francesa de Tênis (FFT), Gilles Moretton, demonstrou entusiasmo com a parceria entre as duas marcas francesas com forte dimensão internacional. “É uma parceria ambiciosa e ambos estamos comprometidos em alcançar nossos objetivos de mobilidade sustentável em um futuro muito próximo. A Renault também planeja estender a parceria além de Roland Garros, o que nos dá um grande motivo de satisfação”, declarou.