Uma das adições mais populares à programação da NBA, o torneio de play-in será um evento permanente da principal liga de basquete do mundo. No dia 12 de julho, o conselho de governadores da NBA votou para aprovar a inclusão do torneio ano a ano, graças ao crescente apoio de equipes e dos torcedores. Introduzido pela primeira vez na temporada 2020/21 durante o auge da pandemia de Covid-19, as equipes classificadas entre o sétimo e o décimo lugar em cada conferência disputam um mini-torneio, que vale a classificação para os dois últimos lugares nos playoffs.

Os números expressivos de audiência na TV foram fundamentais para consagrar o sucesso do torneio de play-in. O confronto entre Clippers e Timberwolves, por exemplo, teve uma média de 2,7 milhões de espectadores na TNT nesta temporada, sendo a melhor audiência do canal de TV desde a abertura da temporada da NBA e a 14ª maior audiência da temporada para qualquer rede até aquele momento. Em 2021, a aguardada partida entre Lakers e Warriors pelo play-in teve uma média de 5,6 milhões de espectadores – na época, se tornou a transmissão da ESPN mais assistida desde as finais da Conferência Oeste de 2019.

“Estou mais satisfeito com o play-in hoje do que pensei que estaríamos quando o adotamos pela primeira vez”, declarou o comissário da NBA, Adam Silver, em fevereiro. “O que eu não estava antecipando é que iríamos criar corridas para garantir que as equipes estivessem dentro dos primeiros seis slots da conferência para que pudessem evitar o torneio play-in”, afirmou.

Para a temporada 2022-23 da NBA, o torneio play-in acontecerá de 11 a 14 de abril de 2023, entre o último dia da temporada regular, em 9 de abril, e o início dos playoffs, em 15 de abril.

O conselho de governadores da NBA também discutiu a adição de um torneio no meio da temporada, mas várias questões importantes ainda precisam ser abordadas, como o formato do torneio e a logística para colocá-lo na temporada, além dos incentivos competitivos e financeiros. Todas as mudanças precisarão ser negociadas coletivamente com o sindicato dos jogadores antes da aprovação do conselho.