Segundo um estudo realizado pela Nielsen Sports, nos Estados Unidos, fãs de esportes tem aumentado seu interesse por causas sociais, procurando mais do que apenas produtos e serviços oferecidos pelas marcas.

Cuidados com animais, igualdade de oportunidades, acessibilidade à alimentos, direitos humanos, energia renovável, e acessibilidade à educação são os principais temas levantados por fãs de esporte na pesquisa realizada. Mais de 64% da amostra levanta cada uma dessas causas como relevantes.

Não é à toa que Simone Biles e Naomi Osaka apareceram no topo da lista da Sports Pro’s 50 Most Marketable Athletes, lançada nos últimos dias. Ambas as atletas são bastante engajadas com causas sociais, vide o episódio recente nas Olimpíadas de Tóquio, onde Biles e Osaka chamaram atenção para a questão da saúde mental de atletas. A ginasta inclusive chegou a se retirar de algumas das categorias em que era favorita, visando se recuperar mentalmente.

Esse “novo” movimento por parte dos fãs pode ser um desafio interessante para as marcas envolvidas na indústria do esporte, promovendo diversos avanços sociais, ampliando o impacto dos esportes e chamando atenção para temas relevantes.