A receita nacional para a temporada de 2021 da NFL atingiu US$ 11,1 bilhões – totalizando US$ 343,75 milhões para cada equipe.

O número é 12% maior do que em 2020, de acordo com um relatório, que diz ser um recorde – embora em janeiro, a Bloomberg informou que a receita da NFL em 2019 seria de US$ 15 bilhões, com o objetivo de aumentá-la para US$ 25 bilhões até 2027.

O valor do relatório de quinta-feira inclui direitos de transmissão, patrocínios e receita compartilhada e royalties das subsidiárias e afiliadas da NFL.

A receita de patrocínio para o campeonato aumentou 23%. Outlets relataram recentemente que a liga estava se aproximando de US$ 2 bilhões em negócios de patrocínio pela primeira vez. Antes do início da temporada, estimava-se que a receita das equipes cairia entre US$335 milhões e US$340 milhões.

No ano passado, a NFL assinou acordos de transmissões no valor de aproximadamente US$113 bilhões, estabelecendo para as equipes mais de US$400 milhões em receita. A maioria dos acordos começa em 2023, exceto o acordo com a ESPN – cerca de US$ 2,7 bilhões por ano – começou este ano.

A liga também está trabalhando para aumentar seus negócios internacionais para US$ 1 bilhão. No ano passado, ela começou a permitir que as equipes comercializassem em países estrangeiros específicos.