Modalidade esportiva derivada do futebol americano, o flag football pode fazer parte dos Jogos Olímpicos de Verão de 2028 em Los Angeles, com a ajuda da liga esportiva profissional mais popular dos Estados Unidos, a National Football League (NFL).

A NFL tem como objetivo expandir seu alcance através do flag football, como parte dos planos para aumentar seus negócios internacionais durante a próxima década. A liga acredita que, se o flag football se tornar um esporte olímpico, o processo de captação de novos torcedores pode ser agilizado. 

O Comitê Olímpico Internacional (COI) se reunirá em dezembro para decidir se o flag football será um esporte olímpico em 2028. Além disso, o comitê organizador do LA28 também fará recomendações para esportes adicionais. 

Com os Jogos Mundiais de 2022 – um evento internacional multiesportivo – apresentando a modalidade pela primeira vez na história, o flag football tem uma oportunidade única de evidenciar a sua viabilidade como esporte olímpico, durante a competição de 10 dias, que começou no dia 7 de julho, em Birmingham, Alabama.

Por sua vez, o futebol americano não é reconhecido como esporte olímpico desde os Jogos de Verão de 1932, em Los Angeles – quando foi incluído como esporte de demonstração. O principal empecilho é o fato de as equipes exigirem pelo menos uma semana de intervalo entre os jogos, mas o COI tem o esporte em seu radar desde que a Federação Internacional de Futebol Americano foi reconhecida como órgão regulador pela organização, em 2013.