A La Liga conseguiu uma extensão de contrato de transmissão de oito anos com a Televisa, que valeria $70 milhões por ano, ou $560 milhões no total.

O acordo para transmitir a La Liga no México e na América Central começa com a temporada 2024-25 e, segundo as informações, dobra a taxa atual da rede. Os canais Sky Sports da Televisa têm mantido uma parceria com o La Liga na última década.

A La Liga continua a expandir sua presença global.

Recentemente, assinou um acordo de $1,4 bilhões – aproximadamente $175 milhões por ano – com a ESPN para os direitos de transmissão dos EUA, o mais valioso acordo de transmissão dos EUA para um campeonato europeu.

As emissoras pagam à La Liga aproximadamente US$ 115 milhões por ano pelos direitos no Oriente Médio e Norte da África e cerca de US$ 100 milhões por ano pelos direitos na China.

A liga está interessada em sediar uma partida de temporada regular no México em algum momento, além de se concentrar em conteúdo fora do jogo.

La Liga North America, uma joint venture entre a liga e o organizador de eventos da mídia de futebol Relevent Sports Group, intermediou a extensão. A Relevent, que é apoiada pelo proprietário dos Miami Dolphins, Stephen Ross, também administra a Copa dos Campeões Internacional de futebol.

A Televisa será adquirida em breve pela Univision por US$ 4,8 bilhões, formando uma nova entidade chamada Televisa-Univision. A dupla já fundiu suas divisões esportivas em 2019.