Foi aprovado na última quinta-feira, com 38 votos a favor e quatro contra, dentre eles Real Madrid e Barcelona, o acordo da LaLiga com o CVC Capital Partners. O acerto faria com que os clubes recebessem até 2,6 bilhões de euros, no entanto esses números foram reduzidos devido a negativa de Real Madrid e Barcelona de participarem do projeto.

Através do acordo, o CVC se torna “sócio industrial da LaLiga e de seus clubes com o objetivo de estimular seu crescimento global, continuando a transformação rumo a uma empresa global de entretenimento digital”, destacou o presidente da liga espanhola, Javier Tebas. Em troca desse dinheiro, os clubes deverão destinar 70% dos recursos que recebam do projeto a operações vinculadas ao desenvolvimento tanto de infraestrutura como inovação tecnológica.