Um dos mais importantes passos para o sucesso no empreendedorismo é o planejamento. E talvez um dos mais difíceis. Não é qualquer um que sabe exatamente o que fazer na hora de montar um negócio. São muitas variáveis e possibilidades, e o processo todo pode ser extenuante. Por isso, a ajuda de quem tem experiência é fundamental.

Jose Arthur Fernandes Barros, mestre em Gestão do Esporte e com experiência de mais de 20 anos na área, escreveu um texto sobre isso no LinkedIn. Na publicação, ele tenta transformar o sonho de empreender em algo mais simples de se compreender para o público geral.

O artigo é voltado para professores de educação física, que têm estúdios próprios como uma excelente opção de novo negócio. Ele tem uma planilha com despesas, receitas e lucro aproximado que os profissionais podem ter – e até uma sugestão de grade de horários de aulas.

Claro, é somente um modelo, e há muitas variáveis, porém só de ter uma orientação de quantas coisas são importantes para tirar o sonho do papel já pode fazer a diferença. Afinal, a falta de conhecimento financeiro é uma das maiores dificuldades para muitas pessoas – e também o que faz diversas empresas quebrarem rápido.

Dentre as dicas de Jose Arthur Fernandes Barros, estão:

  • Pesquise o local ideal e o preço;
  • Veja quanto você teria de gastar por mês;
  • Calcule o investimento inicial;
  • Procure um contador para ajudar nos cálculos;
  • Economize pelo menos para ter um caixa de seis meses e zero alunos;
  • Lembre-se sempre, o mais caro em um negócio são os recursos humanos;
  • Não esqueça que você terá que ter duas coisas muito importantes: Gestão e Talento no que se propuser a fazer

Tudo isso é fundamental não somente para quem pensa em abrir seu studio de atividades físicas como para o empreendedor em geral. Planejamento fiscal, contratação de funcionários talentosos e a gestão, tanto de pessoas quanto de recursos, são cruciais para o sucesso na hora de empreender.

De acordo com dados da pesquisa Causa Mortis, do Sebrae-SP, entre 2006 e 2016 mais de 6,8 milhões de novos negócios foram abertos no Brasil, mas 67% dessas empresas foram a falência antes dos 5 anos. Por que? O motivo número 1 foi a falta de planejamento. Depois, vieram faltam de conhecimento do mercado e das finanças. Os dados são impressionantes.

  • 61% não procuraram ajuda de pessoas ou instituições na hora de abrir o negócio;
  • 55% não fizeram um planejamento para sua ausência da empresa;
  • 55% sequer fizeram um plano de negócios;
  • 42% não calcularam o nível de vendas para cobrir custos e gerar o lucro pretendido;
  • 46% não sabiam o número de clientes que teriam e os hábitos de consumo deles;
  • 39% não sabiam qual era o capital de giro necessário para abrir o negócio;

Portanto, fica aqui a dica: procure quem possa saber mais do que você em aspectos básicos e fundamentais antes de abrir uma empresa. Toda a ajuda é bem-vinda, e o planejamento é fundamental para que seu empreendimento dê certo. Ainda há um grande espaço para empreender no mercado esportivo brasileiro. Porém, é preciso fazê-lo de forma consciente.