Ao longo da semana passada, o Clube de Regatas Vasco da Gama viveu um momento glorioso com sua torcida fora dos campos. Numa campanha em parceria com a FENG, tendo como mote a Black Friday, o clube fez uma promoção para oferecer desconto de 50% nas mensalidades dos planos de seu programa “Gigante”, de sócios-torcedores, pelos próximos seis meses. E desde o domingo da semana passada (24/11), uma base que era de 33 mil pulou para mais de 150 mil, o que garante um incremento de receita de R$ 2,4 milhões mensais a mais para o clube ao longo do próximo semestre.

Com esses números, o Vasco desbancou o Internacional do segundo lugar no ranking de sócios-torcedores no fim de semana passado – o clube gaúcho tem cerca de 126 mil – e ultrapassou o Flamengo, que tem pouco mais de 139 mil associados.

FENG faz doação para construção do CT

A FENG, responsável pelo gerenciamento de programas de sócios-torcedores de diversos grandes clubes do Brasil e parceira do Vasco no “Gigante”, entrou na campanha não apenas com logística. A empresa também prometeu doar R$ 50 mil caso o número de adeptos chegasse a 80 mil. E um valor ainda maior, de R$ 70 mil, caso os associados chegassem a 100 mil. O dinheiro será usado para ajudar na construção do centro de treinamento do clube.

Em entrevista ao jornal O Globo, o diretor do programa “Gigante”, Eduardo Sá, falou sobre o planejameto que foi feito desde sua chegada ao clube, em junho passado. Em especial sobre a ação de Black Friday da semana passada.

“Cheguei ao Vasco em junho. Quando comecei o trabalho em São Januário, o clube estava com 24 mil sócios-torcedores. Estabelecemos a meta, queríamos chegar aos 30 mil sócios no fim da temporada. Mas quando chegamos no fim de outubro, começo de novembro, já estávamos na casa dos 30 mil associados. Começamos a trabalhar nessa campanha na virada de mês, de outubro para novembro. Hoje São Januário tem uma capacidade de 23 mil pessoas e cada vez mais o percentual de sócios-torcedores nos jogos aumenta. Sendo assim, miramos na meta de 45 mil sócios-torcedores ao fim da promoção. Achávamos que seria um número razoável. Mas a resposta da torcida foi algo que nunca vi na vida, a campanha ganhou uma pressão desproporcional com um engajamento enorme, popular, com uma cara que é a cara do Vasco”, disse Eduardo Sá.

Promoção estendida

O sucesso da campanha foi tão grande, que o prazo final, inicialmente estipulado para a própria Black Friday (29/11), acabou sendo estendido para o próximo dia 8, quando o Vasco faz seu último jogo na temporada, pelo Campeonato Brasileiro.

“Estamos muito felizes e orgulhosos de fazer parte disso. Acho que é um case inédito, pois nunca houve uma ação promocional com um resultado como esse. Mas é claro que isso não vem só dessa ação. Isso vem de uma construção de muito tempo, vem da história do Vasco. Não há torcida no Brasil que tenha tanto orgulho de sua união e participação para a construção do clube quanto a do Vasco. Acho que isso e a histórica luta contra o racismo estão entre os maiores orgulhos da torcida do Vasco. O estádio de São Januário é uma prova disso. Acho que a torcida já vinha num momento de engajamento. E acho que o que a gente conseguiu ao longo do ano foi mostrar que ser sócio-torcedor é vantajoso para quem quer estar nos jogos e consumir o Vasco. O Trabalho já havia crescido 40% este ano, antes da promoção. E quando aconteceu a ação, deu essa explosão que tem tudo a ver com o DNA da torcida do Vasco”, disse André Monnerat, Gerente de Negócios da FENG, à CBN.