O Vasco da Gama anunciou nesta segunda-feira (21/02) um acordo com a empresa norte-americana 777 Partners para a venda de 70% de sua SAF, por um valor de R$ 700 milhões. Dentro da negociação, está previsto um investimento inicial de R$ 70 milhões em forma de empréstimo-ponte, conversível em ações da Vasco da Gama Sociedade Anônima do Futebol (“Vasco SAF”) no fechamento da transação. O acordo é o maior dessa natureza envolvendo clubes brasileiros na história.

“É com orgulho que anunciamos o maior acordo da história dos clubes brasileiros. Trabalhamos incansavelmente nos últimos meses para encontrar um parceiro de longo prazo, com capacidade financeira e operacional, que compartilhasse nossa ambição de recolocar o Vasco no seu lugar de Gigante do futebol, no Brasil e na América do Sul. Será o marco zero de um novo futuro, vencedor, sustentável e sem dívidas, tudo o que almeja nossa imensa torcida”, disse Jorge Salgado, presidente do Vasco da Gama, no anúncio oficial feito pelo clube.

Além da venda dos 70%, o acordo inclui a dívida de R$ 700 milhões do clube, a ser assumida pelo Vasco SAF. “A oferta valoriza a SAF em R$ 1,7 bilhão, tornando esta a maior transação da história do futebol brasileiro”, informa o clube.

+ Leia também:
Clássico dos Milhões: os números de Flamengo x Vasco nos programas de Sócio-Torcedor

777 Partners apostando no futebol

Empresa de investimento privado com sede em Miami, a 777 Partners possui uma participação de 15% no Sevilla FC da La Liga, que é avaliado em US$ 436,5 milhões. E no final de 2021 comprou integralmente o Genoa, o clube mais antigo da Itália, em um negócio avaliado em R$ 175 milhões. 

O acordo com o Vasco é apenas o terceiro da empresa no ramo do futebol, depois dos clubes já citados da Espanha e da Itália. A 777 Partners injetará capital fresco no clube carioca e também ajudará a comercializar ainda mais as operações da franquia.

“Estamos muito animados e orgulhosos por ter a oportunidade de nos unir ao incrível time do Vasco da Gama”, disse Josh Wander, fundador e sócio-administrador da 777 Partners. “Nós temos um imenso respeito pela rica história de sucesso do Vasco e seu papel pioneiro no apoio à inclusão social no esporte brasileiro. Estamos ansiosos para investir em uma cidade com uma das melhores concentrações de talentos no mundo, em um país que vive e respira futebol, assim como nós”, completou o executivo.

No acordo também ficou definido que o Estádio de São Januário vai continuar sendo da associação do clube. No entanto, os novos donos da Vasco SAF vão assumir a gestão do estádio por meio de um contrato de aluguel, com duração inicial de 50 anos.  

+ Leia também:
Os atacantes no futebol brasileiro: história, estatísticas e análises

Outros ramos de atuação da 777 Partners

Além dos recentes investimentos no futebol, a 777 Partners conta com outras 50 empresas em seu portfólio.

Fundada em 2015, A empresa norte-americana tem mais de US$ 3 bilhões em ativos sob gestão, com vários investimentos relacionados ao esporte, como na liga profissional de basquete da Grã-Bretanha (British Basketball League), no futebol feminino e muitos outros. E divide seus investimentos em seis setores:

  • Seguros;
  • Financiamentos comerciais e ao consumidor;
  • Financiamento de litígios;
  • Empréstimos diretos;
  • Esportes, mídia e entretenimento
  • Aviação.

Em 2020, a 777 Partners adquiriu participações da 1190 Sports, empresa especializada na comercialização de direitos esportivos na América do Sul e responsável por vender direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro.  

Além disso, a empresa norte-americana já informou em diversas oportunidades que pretende buscar mais negócios tanto no futebol europeu quanto no sul-americano, tendo como inspirações os grupos City e Red Bull.