O São Paulo se tornou o primeiro clube brasileiro a aceitar criptomoedas como forma de pagamento para a compra de ingressos para seus jogos como mandante. O Tricolor Paulista anunciou na última quinta-feira (26) que seus sócios torcedores já podem adquirir entradas para os compromissos do time como mandante com criptomoedas.

A novidade faz parte de uma parceria com a Bitso, plataforma de criptomoedas e patrocinadora do São Paulo desde janeiro de 2022. Por enquanto, apenas sócios torcedores cadastrados e que já receberam a carteirinha de membro do programa podem adquirir os ingressos desta forma. Porém, a tendência é que em breve o sistema seja ampliado para todos os torcedores.

O sistema de pagamento com criptomoedas já está em funcionamento. Os torcedores poderão pagar com as criptomoedas bitcoin (BTC), bitcoin cash (BCH), ether (ETH), wrapped bitcoin (WBTC), litecoin (LTC), dogecoin (DOGE), shiba inu (SHIB) e com cinco stablecoins lastreadas em dólar: GUSD, USDC, USDP, DAI e BUSD.

Diretor executivo de marketing do São Paulo, Eduardo Toni ressaltou a importância de oferecer mais opções aos torcedores do clube para tornar o Morumbi um estádio mais moderno. “Estamos animados em lançar essa iniciativa pioneira e oferecer uma experiência inovadora aos são-paulinos. Ser o primeiro clube do Brasil a levar mais modernização, liberdade e acessibilidade aos torcedores, através das criptomoedas, nos enche de orgulho e alegria. O São Paulo sempre teve a inovação em seu DNA.”