O momento da temporada mais aguardado pelos fãs de basquete chegou: as NBA Finals. A série de partidas decisivas desta temporada está sendo disputada entre o Golden State Warriors, campeão da conferência Oeste, e o Boston Celtics, campeão da conferência Leste. Após vencer o Miami Heat por 4 a 3 nos playoffs, a equipe de Boston busca o seu 18º título para desempatar com os Lakers e se tornar o maior campeão da NBA novamente. Enquanto os Warriors tiveram um caminho mais fácil em busca da sua sétima taça, a quarta nos últimos sete anos, vencendo os Mavericks, do esloveno Luka Doncic, por 4 a 1 na final da conferência Oeste. 

Apesar da maioria dos especialistas e sites de apostas terem apontado o elenco talentoso e experiente do Golden State Warriors como favorito para vencer as NBA Finals de 2022 e levar a taça, a análise do Basketball Power Index da ESPN apontou um resultado diferente: 86% de chance de o Celtics vencer. Baseado em fatores como o time possuir a melhor defesa da liga, melhor profundidade que os Warriors, e jogadores em alta na temporada, como Jayson Tatum e Jaylen Brown. 

Reprodução/Twitter

Contudo, os dois primeiros jogos da NBA Finals apontam uma série de partidas muito disputada e um resultado final imprevisível, com os dois times com boas chances de levantar a taça. Reviravolta nos momentos finais da partida, astros desequilibrando com seu desempenho individual e estratégias precisas aplicadas pelos técnicos são alguns dos fatores que acrescentaram emoção e acirraram a disputa nos primeiros jogos entre Golden State Warrios e Boston Celtics.  

1º jogo da NBA Finals 

No primeiro jogo da série, o Celtics perdia por 15 pontos na reta final do terceiro quarto, mas reagiu com uma vitória expressiva de 40 a 16 no último período e bateu o Golden State Warriors por 120 a 108. Foi a primeira derrota em casa do Warriors nestes playoffs, após nove vitórias. Al Horford, Jaylen Brown e Derrick White não se intimidaram com o Chase Center e protagonizaram uma chuva de bolas de três. Enquanto Jayson Tatum, o maior pontuador do time na temporada, acertou apenas 3 de 17 arremessos de quadra, mas ofereceu 13 assistências aos companheiros.  

(Foto: Thearon W. Henderson/Getty Images)

Do lado do time da casa, o astro Stephen Curry chegou a bater recordes no primeiro quarto, com 21 pontos e 6 cestas de três, mas só conseguiu marcar apenas mais 13 pontos nos últimos três períodos, terminando o jogo com 34 pontos, 5 rebotes e 5 assistências. Andrew Wiggins e Klay Thompson marcaram, respectivamente, 20 e 15 pontos para o Warriors. Porém, não foi o suficiente para impedir que a sequência de 13 vitórias consecutivas do Warriors no jogo 1 em casa nos playoffs fosse derrubada. 

O primeiro duelo entre Celtics e Warrios entrou para a história com o maior número de cestas de três em uma série de NBA Finals, com 40 cestas de três dos times somados – 21 a 19 para Boston. Além disso, os 24 pontos de vantagem para o Boston no último período empataram com a maior diferença em um quarto na história das finais da NBA. 

2º jogo da NBA Finals 

No terceiro quarto do jogo 2, também disputado em San Francisco, o roteiro do confronto era bem parecido com o do jogo 1, mas, desta vez, o final foi bem diferente. O Warriors só aumentou a vantagem construída durante a partida, enquanto o Boston nem tentou uma reação, resultando em um placar de 107 a 88 para o time da casa, que empatou a série das NBA Finals em 1 a 1 e garantiu o retorno para um jogo 5 em San Francisco. 

Curry voltou a ser o maior destaque do Golden State Warrios, com 29 pontos, anotando 14 só no terceiro quarto, quando os Warriors fizeram 35 a 14. O outro grande destaque de Golden State foi a sólida defesa, ajustada pelo técnico Steve Kerr, que roubou a bola 15 vezes e provocou boa parte dos 18 turnovers de Boston. As perdas de bola dos visitantes geraram 33 pontos para os Warriors. Em comparação, o Golden State fez um ponto a menos do que no jogo 1, mas ganhou o jogo 2, o que evidencia como a defesa foi essencial para garantir a vitória. 

(Foto: Kyle Terada-USA TODAY Sports)

O técnico Steve Kerr deixou evidente porque nunca perdeu os dois jogos iniciais de uma série da NBA à frente do Golden State. Os ajustes da comissão técnica foram fundamentais, especialmente para tirar espaços dos jogadores coadjuvantes dos Celtics, que não conseguiram superar a dependência de Jayson Tatum e Jaylen Brown no ataque. Tatum se recuperou da atuação apagada no jogo 1, marcando 28 pontos, enquanto Brown anotou 17, mas 13 deles foram no primeiro período. O resto do time, somado, contribuiu com apenas 43 pontos. Al Horford, o maior pontuador do time no jogo 1, não passou de dois pontos desta vez. 

Estatísticas individuais da NBA Finals 

Confira abaixo uma tabela com o desempenho individual de cada jogador na série das NBA Finals até o momento.  

Jogadores Pontos Rebotes Assistências Roubos Tocos 
Stephen Curry 63 11 – 
Jaylen Brown 41 11 
Jayson Tatum 40 11 16 – 
Derrick White 33 
Andrew Wiggins 31 11 – – 
Al Horford 28 14 
Klay Thompson 26 – 
Jordan Poole 26 – 
Marcus Smart 20 – 
Kevon Looney 16 16 
Draymond Green 13 16 12 
Otto Porter Jr. 12 – – 
Robert Williams – 
Payton Pritchard – – 
Gary Payton II – – 
Nemanja Bjelica – – 
Grant Williams – 

Fator Steph Curry 

Em busca de consagrar o seu nome entre os maiores jogadores da história da NBA, o astro do Golden State Warrios, Stephen Curry, já demonstrou, mais uma vez, a sua importância para o time de San Fransciso nos primeiros jogos da série decisiva. Curry é o jogador que mais marcou nos primeiros confrontos da NBA Finals, com uma folga de mais de 20 pontos para o segundo colocado.  

Se existe algum fator que torna o Warrios favorito para levar sua sétima taça na história, este fator se chama Steph Curry. Em busca de seu quarto título pelo Warriors, o astro pode entrar de vez para a lista de maiores jogadores da NBA se liderar o elenco – assim como tem feito em toda a temporada – para a glória na série decisiva. Levando em consideração o seu desempenho nos primeiros dois jogos, não restam dúvidas de que Curry está determinado para isso, resta saber se o Warriors conseguirá superar o destemido Celtics, que já mostrou ao que veio no jogo 1, impondo uma derrota histórica para o time de San Francisco.  

Agenda e onde assistir às partidas decisivas 

Agora, a série de confrontos da NBA Finals migra para Boston, onde serão realizados os jogos 3 e 4. Por enquanto, o jogo 5 em San Francisco já está confirmado. Dependendo dos resultados das próximas partidas, os jogos 6 e 7 também podem ser realizados. Confira abaixo a agenda completa com a série decisiva da NBA Finals.  

  • Jogo 1 (02/06): Golden State 108 x 120 Boston 
  • Jogo 2 (05/06): Golden State 107 x 88 Boston 
  • Jogo 3 (08/06): Boston x Golden State, às 22h 
  • Jogo 4 (10/06): Boston x Golden State, às 22h 
  • Jogo 5 (13/06): Golden State x Boston, às 22h 
  • Jogo 6 (16/06): Boston x Golden State, às 22h (se necessário) 
  • Jogo 7 (19/06): Golden State x Boston, às 21h (se necessário) 

Para os fãs brasileiros que quiserem assistir aos jogos decisivos da NBA Finals de 2022, as partidas serão transmitidas pela ESPN, na TV fechada, e pelas plataformas de streaming Star+ e NBA League Pass.