O Milan tem sido controlado pela Elliott Management desde julho de 2018. A Reuters informa que a venda para a Investcorp está quase concluída, acrescentando que uma avaliação potencial para o clube seria na ordem de 1 bilhão de euros, incluindo a dívida. 

Embora Elliott nunca tenha colocado formalmente o Milan à venda, a Reuters relata que a empresa havia recebido o interesse dos investidores. O presidente do clube, Paolo Scaroni, também disse em outubro que o objetivo final da Elliott era vender o Milan, embora não tenha especificado um período para a venda. 

A Investcorp administra mais de US$42 bilhões em ativos, cobrindo capital privado, imóveis, investimentos de retorno absoluto, infra-estrutura, administração de crédito e capital estratégico. Um acordo para a compra do Milan seria a primeira aquisição de uma grande equipe italiana por investidores do Oriente Médio. 

A Inter, rival da cidade de Milão, foi ligada a uma aquisição de US$ 1 bilhão pelo Fundo de Investimento Público da Arábia Saudita, proprietário do Newcastle United, no final de 2021. 

Em campo, o Milan está na liderança da Serie A, dois pontos à frente da Inter, que tem um jogo a menos. O próximo jogo do Milan na liga será em casa, contra a Fiorentina no dia 1º de maio.