A Uefa lançou o processo de venda dos direitos de transmissão dos torneios dos clubes europeus nos Estados Unidos, já que a entidade que dirige o futebol europeu busca novos negócios de transmissão no país.

O processo com a Associação Européia de Clubes (European Club Association) será para contratos a partir da temporada 2024/25, cobrindo a Uefa Champions League, Uefa Europa League e a Uefa Europa Conference League.

Espera-se que os contratos sejam concluídos antes do início da campanha de 2022/23.

De acordo com o The New York Times em fevereiro, a Relevent disse que poderia garantir à Uefa US$ 250 milhões pelos direitos nos EUA – aproximadamente US$ 100 milhões a mais do que o que a organização está atualmente garantindo com seus negócios naquele território.

Segundo a Bloomberg, as conversas iniciais foram realizadas com NBC, ESPN, Amazon, Apple, Fox, Warner Bros Discovery, Univision e DAZN

A Bloomberg também informou que as ofertas para o torneio de elite da Liga dos Campeões devem ultrapassar US$2 bilhões para um acordo de seis anos, mais do dobro do que a Uefa recebe por ano sob os acordos atuais.

O Sportico informou no início deste ano que os direitos de competição do clube Uefa estão previstos para entregar mais de US$ 4 bilhões anuais para o período de 2024 a 2027, um aumento significativo em relação aos US$ 3,1 bilhões que o órgão do futebol europeu trouxe no ano passado de seus acordos atuais.